terça-feira, 7 de junho de 2011

Framework o caramba ! Eu tô usando Zend !

Antes de mais nada, advirto que foi o estagiário quem escreveu o título.
Daqui em diante eu mesmo assumo.

Pois bem, Zend Framework é SIM um framework.

O que é um framework ?

Um framework é um conjunto de bibliotecas de uma certa linguagem de programação voltados a uma função específica.
Por exemplo, existem frameworks escritos em C para bancos, e como tais, possuem funções específicas para manipulação de transações bancárias e assim programas bancarios poderem ser feitos sem precisar reinventar a roda ( ou seja, criar do zero funções para manipular transações bancárias ).

No caso do Zend, ele é um conjunto de bibliotecas para PHP voltado para fazer sites.
Com Zend, é possível fazer sites dos mais simples, com algumas páginas estáticas, a até sistemas inteiros ( como os netbankings e e-commerces - magento é um deles feito com Zend ).
Se fossem feitos do zero, demoraria um bom tempo até você criar suas próprias bibliotecas, seus próprios esquemas de segurança, etc.
Além do mais, a vantagem de se usar um framework é a padronização. Com padronização entenda que um desenvolvedor usando um framework popilar, vai poder fazer um programa que outro programador - que também conhece o framework - poderá entender e assim continuar a desenvolver de forma mais rápida e eficiente também.

Quer dizer, o uso de um framework não só ajuda individualmente, mas também em trabalho em grupo. Afinal , se cada um faz uma biblioteca diferente para o mesmo projeto, todo mundo vai ter de gastar um tempo tentando entender o que todo mundo fez, ao contrario da situação em que, se todo mundo aprender a usar o mesmo framework, isso não será mais problema.


Existem muitos frameworks em PHP para sites por ai. Alguns pagos, outros de gratuitos.
Dos gratuitos ( que é a preferência da maioria, não sei porque ) temos esses daqui, dentre eles, temos o Zend.

A preferência pelo Zend, na minha opinião, é que ele é desenvolvido pelo próprio grupo que mantêm o PHP, e ao longo das versões, vêm se tornando o padrão preferido de mercado.
A bem da verdade, o Zend inicialmente era um monstrengo complicado e pesado, mas nessa última versão ( v1.11 em 07/06/2011 ) está sendo muito prazeiroso usá-lo e a eficiencia está satisfatória - não sei o quanto, meus projetos ainda são pequenos pra perceber a diferença - no entanto, convido ao leitor a testar tantos frameworks puder para ver qual se adequa as suas nescessidades e gostos, tomando Zend como um opção, não como O framework definitivo.

Este blog criei em primeira instância, para colocar o que aprendi/aprendo em Zend, podendo ser considerado um "querido diário" de programação, pois tive a idéia de fazê-lo pelo tanto de tutoriais que existem por ai, mas muito poucos são fáceis ou intuitivos pra quem quer logo meter a mão na massa, e portanto, pretendo realizar postagens que sejam tão rápidos e práticos quanto possível, se não o for, é porque foi inevitável.

Assim, agradecerei as críticas ( construtivas ) , opiniões e sugestões que os leitores porventura venham a fazer.

Agora, se não vão continuar a ver meu blog, voltem ao trabalho, e boa programação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário